VALORIZAR E REJUVENESCER A PROFISSÃO; POR UMA EDUCAÇÃO COM FUTURO.   A luta Continua!

Comunicado do SIPPEB – Proposta do MEC sobre o Concurso de Vinculação Extraordinária

Comunicado do SIPPEB – Proposta do MEC sobre o Concurso de Vinculação Extraordinária

Comunicado 

O que muitíssimos colegas desconhecem é que existem professores contratados às centenas, dos vários grupos de recrutamento, com vinte e tal e trinta e tal anos de serviço, talvez porque nunca lhes interessou, por motivos da sua vida pessoal, afastar-se da sua residência para se vincularem.

Alguns colegas têm opinado que este concurso extraordinário não deveria ser feito nesta altura.

Haveria, então, na época própria um concurso interno e outro externo.

Se assim acontecesse, apresentar-se-iam ao concurso interno estes professores com muitos anos de contratados e entrariam facilmente nos Quadros de Agrupamento e ultrapassariam de imediato muitos daqueles que já se encontram na Carreira.

Ora esta questão tinha de ser evitada, daqui que este Sindicato achasse por bem não permitir essa ultrapassagem, fazendo-se então agora o concurso extraordinário, para colocar estes novos candidatos, em outras prioridades que evitassem quase por completo essas ultrapassagens.

Assim, como foi inicialmente proposto pelo MEC, estes candidatos passariam a docentes dos Quadros de Agrupamento competindo, obviamente, com aqueles que já se encontram na Carreira.

Agora, estes mesmos professores têm que passar pelos Quadros de Zona Pedagógica e depois concorrer ao concurso interno numa prioridade inferior àqueles que já são docentes de carreira.

O número de vagas a concurso não foi revelado, mas estima-se que seja reduzido, daqui que só irão ter oportunidade de apanhar vaga aqueles docentes mais classificados, a menos que estes desistam de concorrer pelas diferentes condições agora existentes em relação à proposta inicial do MEC. Desistindo de concorrer, outros menos classificados poderão ter alguma oportunidade.

Lisboa, 16/11/2012