SIPPEB exige início das negociações e convocará Concentração em Lisboa para o dia 24, se esta semana não receber convocatória-Organizações sindicais de docentes reúnem com Comissão de Educação e Ciência da Assembleia da República-9A 4M 2D: VAMOS ASSINAR TODOS ESTE ABAIXO-ASSINADO-Organizações Sindicais manifestam disponibilidade para a negociação-Presidente da República devolve diploma ao Governo-Declaração de Tempos de Trabalho à Segurança Social dos Docentes Contratados-Feliz Natal e um Excelente Ano de 2019!-Governo mantém inflexibilidade e intransigência; Professores lutarão contra a injustiça e a discriminação!-Reunião de Negociação Suplementar e Apresentação de Proposta de Recuperação do Tempo de Serviço-Ultrapassagens na Carreira

Tribunal da Relação de Lisboa declara ilegais serviços mínimos decretados em julho

Tribunal da Relação de Lisboa declara ilegais serviços mínimos decretados em julho

O Tribunal da Relação de Lisboa declarou ilegais os serviços mínimos decretados pelo Ministério da Educação  às reuniões de avaliação, em julho passado, alegando que colocam em causa o exercício do direito à greve e revogou o acórdão do Tribunal Arbitral.

 

 

Acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa